Busca

Blogs

Vanessa Braz

Por Vanessa Braz

11h35

4 passos para organizar suas bijuterias

Com um pouco de criatividade é possível manter as peças visíveis e organizadas

Quem gosta de acessórios, pode sentir um pouco de dificuldade em manter as peças organizadas e acessíveis. É que para muitas pessoas a organização é um desafio diário. Mas calma! Para ter tudo no lugar não é preciso mover montanhas, basta dedicar algumas horas para um planejamento, que as manutenções ficarão bem mais simples.

Vou pontuar 4 passos para te ajudar nesse processo:

Passo 1 – O primeiro desafio é juntar todas as bijuterias e joias, ou seja, uma triagem do que você tem, o que de fato ainda quer, o que precisa de concerto, o que pode ser doado ou descartado.

Passo 2 – Separe os itens em categorias e sub-categorias. Um exemplo seria separar a categoria de peças douradas e as sub-categorias seriam/; brincos pequenos, argolas, anéis simples, anéis de festa, etc.

Passo 3 – Escolha a forma de organizar esses itens, se em organizadores personalizados ou em improvise com organizadores das mais variadas utilidades. Abaixo vou deixar algumas inspirações.

Passo 4 – Organize as peças de maneira funcional, ou seja, escolha a melhor forma para ter acesso as peças e de maneira que consiga visualizar cada item. Afinal, o que não é visto, não é lembrado. Então, procure seguir a mesma lógica da categorização mantendo as peças do mesmo grupo unidas e deixando mais acessível o que você usa mais.

Dicas extra – Não guarde relógios dentro de caixas. É importante que você consiga ver o que tem, para lembrar de usar. Utilize almofadinhas de relógio para manter a pulseira estruturada. Organizadores de veludo, ajudam a manter as peças firmes, sem escorregarem, assim ao abrir a gaveta as bijuterias não ficam deslisando. Se a idea for guardar as bijuterias fora da gaveta, os ganchos, estruturas em macenaria, cabides e porta papel toalha podem ajudar a manter as peças em ordem. Veja abaixo algumas inspirações!

Inspirações para a sua organização

 





*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal T5.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *