Busca

Blogs

Rômulo Soares

Por Rômulo Soares

15h13

Humanidade tem na questão ambiental seu maior desafio

Os órgãos ambientais que tinham sistema de processamento eletrônico tiveram aumento da produtividade, ao passo que aqueles que dependiam do papel tiveram uma queda absurda e mesmos estes começaram a estabelecer protocolos de recebimento de pedidos de licença ambiental por e-mail, sistema eletrônico e fiscalização eletrônica, com drone ou via satélite.

A constatação foi feita no Programa Tambaú Imóveis e Negócios de sábado (20), durante entrevista que me foi concedida pelos advogados especialistas no Direito Ambiental e professores, Marina Gadelha e Talden Farias. Para ambos, a tendência é de uma cada vez maior digitalização, evitando-se deslocamentos e gerando economia de papel, num legado deixado pela Covid-19 para a área ambiental.

A perda de biodiversidade, o desmatamento, a convivência indesejada de espécies exóticas entre si e entre os homens tem aumentado a preocupação das pessoas, que estão percebendo que existe um fundo ambiental nessa pandemia. “Estamos ao mesmo tempo convivendo com emergências sanitária e climática, cujas proporções, se não devidamente cuidadas, tendem a se agravar muito com o passar do tempo”, alertaram.

Segundo eles, o grande desafio da humanidade é ambiental e passa, por exemplo, pela escassez de água, falta de saneamento básico e emergência climática, que precisa ser superado, sob pena de não haver um futuro ambientalmente justo.

“Daqui a 20, 30 anos essa relação com matriz energética e hábitos de consumo dará um salto absurdo e com certeza do jeito que está não dá para continua”, advertiram, acrescentando que a recuperação econômica tem que vir acompanhada por uma conscientização ambiental.

Talden e Marina também consideraram incipiente a política no Brasil, de incentivos fiscais para obras sustentáveis na parte da construção civil, a partir de iniciativas como captação de águas de chuvas, utilização de placas de energia solar, áreas verdes e destinação adequada de resíduos

“A tributação ambiental não é desenvolvida de maneira suficiente. É preciso criar instrumentos para poder incentivar, até porque a questão financeira é que define toda a concepção do projeto”, defenderam.

Leia mais:

Sustentabilidade ambiental sofre impacto positivo da Covid-19

As vantagens da Sustentabilidade na Construção Civil

Através da sustentabilidade, construção civil dá sua contribuição ambiental

Abaixo, é possível conferir o Programa e entrevista na íntegra :





*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal T5.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *