Paraíba, quinta-feira, 22 de outubro de 2020
26° C
Busca

Blogs

carlosrocha

Por carlosrocha

22h20

Novo clipe de Cassiane romantiza violência contra a mulher e desencoraja denúncia, aponta web

Com o lançamento do clipe do novo single da cantora Cassiane, ‘A Voz’, nesta sexta-feira (17), alguns internautas levantaram um debate acerca do tema abordado no material. O tema principal da polêmica seria a romantização da violência contra a mulher, a naturalização da masculinidade tóxica e o desencorajamento às denúncias.

No clipe, uma mulher que sofre com as agressões do marido se omite em buscar ajuda das autoridades, mesmo ele deixando marcas. Ela então decide buscar a religião como refúgio, no entanto, as agressões continuam. O homem é colocado como alcoólatra e chega a tirar dinheiro, que seria destinado ao pagamento das contas, e roubá-lo para comprar bebidas.

+ Após polêmica, gravadora se pronuncia sobre clipe de Cassiane: “Para compreender isso é preciso se converter”

Como solução, ela decide sair de casa e deixa um bilhete dentro de uma bíblia dizendo que o perdoa e ora por ele, mesmo sofrendo com as violências física, moral e psicológica. Para arrematar a trama, romantizando o sofrimento dela e abusos dele, o casal se encontra, se olha e os problemas desaparecem como se fosse uma espécie de recomeço.

“Para o clipe ficar perfeito só faltava ele ser preso, ele agrediu ela duas vezes e depois foi atrás dela como se nada tivesse acontecido, amo a Cassiane, amei o hino, mas não gostei da história do clipe.”, diz um dos comentários.

A canção é uma composição do cantor Jotta A, artista cotado para o elenco da edição 2020 de ‘A Fazenda’, da RecordTV.  A produção do clipe ficou por conta de Jairinho Manhães, com a distribuição da MK Music.

Confira o clipe!

 





*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal T5.

213 comentários em “Novo clipe de Cassiane romantiza violência contra a mulher e desencoraja denúncia, aponta web

  1. Eume pergunto até quando as pessoas vão colocar a religião à frente de tudo, independente se ele vai mudar por Deus ter tocado no coração dele, o mesmo tem que pagar por ter agredido a esposa!

    1. acho q ela n deveria usar uma agressão física como isentivo por q Jesus n aceitaria alguém ter q apanha pra aver mudança em outra pessoa porico digo vivemos crusificando meu Jesus triste isto a mudança parte de cada um de nós n devemos aseitar sofre pela cruz dos outros

          1. Só acho que quem escreveu essa reportagem com certeza nao é evangelico, ou seja nao tem a mesma crença que o publico ao qual Cassiano pertence, ja imaginou se um cristao pegasse um clipe de alguem do axé fazendo sacrificio com animal vivo e criticasse dizendo que fazem apologia de maus tratos aos animais? Cada um tem sua fé, e é preciso ser reepeitada, o clipe pra quem é cristao e crente mostra que Deus muda uma relaçao que é abusiva, autoritaria, basta apenas ter fé, orar, confiar e entregar na mao de Deus, Cassiano é responsavel pelo que fala e mostra e nao pelo que os outros entendem, achei sinceramente a materia ridicula, principalmente por ser escrita e critica por alguem que nem evangelico é, ou seja incitar quem não faz parte do meio evangélico a entender o seu ponto de vista, esta é minha opinião.

          2. Me perdoe se eu estou errada, mas quem ama não machuca, não agride. Falar do que não viveu é fácil, mas só quem passou por isso sabe dos traumas que uma alma carrega. Sou evangélica e não concordo que o agressor não deve ter uma punição ao rigor da lei. Sei também que Deus pode mudar qualquer pessoa, mas nós sabemos que o mundo jaz no maligno e quantos não se escondem na igreja fingindo que mudou? Até o caso virar estatística.

        1. REALMENTE. A LETRA TEM MUITO POUCO HAVER COM O CLIPE. E A TAL POLÊMICA GERADA EM TORNO DELE É JOGADA DE MARKETING PARA DIVULGAR A MÚSICA.

          1. Alienação em massa! Ferramenta muito utilizada por equipes muito bem treinadas. Em nenhum lugar na bíblia ou qualquer literatura minimamente inteligente se encontra defesa para qualquer tipo de violência! No âmbito cristão, bem sabemos quais são os textos bíblicos tirados do contexto para endossar a tolerância a essa violência inclusive contra a mulher. Lamentável esse tipo de conteúdo ecoar tão alto. Infelizmente alcançará mulheres que sofrem em casamentos abusivo e certamente será mais um conteúdo que embota o cérebro das pessoas envolvidas nesse tipo de realidade comprometendo mais a ainda a tomada de decisão.

        2. Vídeo sem noção! A música diz uma coisa e a imagem totalmente ao contrário! Foi infeliz essa analogia a violência contra a mulher e a falta de ação da mulher como se tivesse que suportar isso! Desserviço!

        3. Só sei uma coisa: o meu marido não é nem doido de encostar a mão para me bater. Se ele fizer isso,tem dois lugares para ele ir: presídio ou CEMITÉRIO. E tenho dito.

        4. Misericórdia. Sou evangélica e jamais concordo com isso. Cassiane mulher madura tanta experiência de vida e gravar um absurdo desses.

      1. A
        Mensagem do clip quis dizer que Jesus pode mudar qualquer situação, quando a pessoa aceita verdadeiramente ao Senhor.
        A mulher do clip foi embora devido às agressões. Não é religião e Jesus. A religião escrevias as pessoas.

      2. Esse Deus da atualidade está deturpado,os seus seguidores mais fanáticos acham lindo o que essa mulher passou, mas ninguém precisa de conversão para entender esse comportamento errado. E como sempre, esses pseudo evangélicos, tentando passar atestado de bons moços,para os que pertencem a sua fé(religião). Clipe vergonhoso!

      3. Me poupe, há inúmeros casos de mulheres cristãs sendo agredidas por seus “devotos”/ algoz maridos covardes.
        O homem quando agride a mulher precisa ser punido independe da religião.
        Jesus pregou o amor incondicional não a intolerância e a violência.

      4. Esse clipe parece a minha vida. Doeu lembrar do meu passado triste, mas superado. Quantas vezes perdoei, sempre acontecia a mesma coisa. A diferença no final, fui embora, denunciei e segui o meu caminho. Precisamos ter coragem.
        O clipe não é bom, pelo menos na minha opinião.
        Obs: Era evangélico.

      1. O seu comentário é injusto porque trata o assunto de modo superficial, genérico e coloca em foco um frágil discurso religioso que não corresponde a verdade do mundo cristão. Existem casamentos com jugo desigual; mulher vai para a igreja e torna-se cristã praticante; marido não. Logo ele não tem nenhum compromisso com a doutrina cristã do amor, e jamais vai levar a sério qualquer ensinamento nesse sentido. Esse marido, quando contrariado em seus sentimentos machistas de posse, pode se tornar um autor de violência doméstica; o cristão de verdade não. São coisas absolutamente diferente entre o que vive e o que não vive esses ensinamentos.

        1. Tantas coisas erradas no mundo e as pessoas ficam buscando encontrar defeitos em coisas desnecessárias… não vejo nada de incentivo a violencia pelo contrario os louvores da cassiane são bênção de deus para confortar os corações, não vejo ninguém criticar as músicas e clipes indecentes e pornográficos que as pessoas acham lindos as criancas aprendendo e as musicas que so incentivam traições e adultério as pessoas ( pegar marido no motel, marido deixar familia e ficar com amante e etc) isso ninguém comenta.

        2. Ja vi muitos homens cristãos de berço (ou seja, crente desde pequeno) se casarem com mulheres da mesma fé e serem violentos com as esposas e as vezes até pior do q aqueles que não são cristãos. Caráter não tem haver com estar dentro da igreja e não ser como Cristo.

          1. Acredito, que Cassiane não entendeu , esse clip sem noção.
            Ela não sabe oque
            e ver mulheres sendo violêntada
            espancada .
            E agora vem com a
            música que não vai ajudar em nada
            Para livrar essas vítimas
            Fala sério Deus
            Deve estar muito
            Decepcionado em saber que vai ganhar dinheiro com esse clip de musica que desencoraja a mulher fazer a Denúncia, perdoando o agressor ,
            Usando o nome De Deus
            Muito triste isso .😡😡😡

        3. Besteira total seu discurso. Independente de religião o respeito ao parceiro é regra de ouro em qualquer lugar e tempo. Abusadores não precisam ser justificados precisam ser corrigidos.

        4. Infelizmente irmão,tem muitos maridos evangélicos,pastores até que agridem suas esposas psicologicamente, físicamente e patrimonial mente assim como está ilustração do clipe. Eu mesma conheço pelo 4 “homens de Deus” que agridem psicologicamente suas esposas,um deles é pastor. Estou dizendo isto,por fazer parte de uma congregação e atender mulheres evangélicas nesta situação!

          1. Verdade. Mas sabe o quê acho curioso? É que muitas vezes não deixam de agredir as esposas ouvindo pregações ou conselhos pastorais, nas se morarem em uma comunidade e o traficante ameaçá-lo se tocar na mulher outra vez, nunca mais bate nela. Não entendo isso. Se é falta de libertação porquê ouviu um traficante que nem usou o nome de Jesus?

        5. Conheço mto homem “cristão de verdade” que não deixou de ser abusivo depois que converteu. Depois que converteram, só acharam nas igrejas que frequentam motivo, fundamentação e aval pra continuar sendo abusivo contra as mulheres.

        6. pelo amor viu nada haver esse comentário seu, meus pais eram crentes e minha mãe sempre sofreu abusos dele e ele sendo pastor … então pór favor não existe esse papo de judo desigual e sim falta de respeito e amor para c o proximo

      2. Aí está alguns arminianos tanto piruetas, tem que denunciar consequência do pecado não está ausente nas escrituras é também e um incentivo ao progressistas humanistas uffff

      3. Pois é, falando que ele age assim pq não se converteu… Nojoooooo… enquanto isso, cada dia mais, estas mulheres estão sofrendo violências… E se ficarem ouvido estas sem noção, só irá piorar… Ah, mas a gente não entendeu o contexto do clipe, pq não somos convertidos… QUANTA IDIOTICE… Afffffff…

    2. Que nojo! Mulher cristã denunciem seus agressores e se seu pastor disser para não denunciar denunciem ele tambem! BASTA de encobrir crismes escritos na legislação, romantismo barato e brutal na esfere fisica e psicológica disfarçado de obediência religiosa.

      1. Sou cristã mas se um homem colocar a mão em mim vai pra cadeia! Com certeza Deus não aprova ninguém bater em ninguém! Mulheres não são objetos , não são coisas para serem ou servirem machos escrotos . A palavra de Deus fala que o homem deve amar e cuidar da sua esposa e vice versa e não a se agredirem

        1. Deus existe sim! Vc está equivocado. As coisas com Deus não tem arrumadinho…. E religião não salva ninquem, só Jesus pode salvar e transformar o homem…

        1. A letra da música é linda, fala sobre fé, porém, ninguém precisa de conversão para entender esse comportamento vergonhoso e errado do homem para com sua esposa.
          Muita gente se esconde atrás de uma igreja ou religião depois de ter cometido atrocidades, e acham que a “conversão vai apagar todo o mal que fizeram”…
          Temos vários exemplos, é só relembrar…
          Suzane Von Ristoff, Guilherme de Pádua, Francisco de Assis… Tudo pastor!
          Incentivar uma mulher a aceitar agressões físicas e psicológicas de um homem só porque cometeu o engano de se casar com ele faz desse Clipe vergonhoso!

      2. Concordo com você, a mulher não pode sofrer calada em nome de ser “sábia” como se a conversão do marido fosse obrigação dela, das orações e jejuns que ela faz pra que isso ocorra, enquanto isso apanhe calada, ahhh faça me o favor né? Denuncie sim!!!

      1. Quanto mais submissa a mulher ou os seguidores da igreja mais dízimo.
        Tenho pena de quem se sega e acha que seu agressor vai parar por um milagre de Deus.
        Um agressor sempre será um agressor.Mukheres cristãs, denunciem, não eceitem

    3. Achei a letra da música nada a ver com a cena as pessoas tem que parar de usar o nome de Deus nessas situações dizendo que Ele que essa situação que temos que buscar para ele mudar Deus é bondoso ele não quer mal para ninguém nois é que fazemos escolha errada religião não mim enganar mais Jesus já pagou o preço por nois na cruz do calvário sofrimento assim jamais

      1. Concordo c vc Karoline a cena não condiz c a música,enquanto a mulher se calar o agressor vai achar q tem razão e q a esposa é objeto dele nos é q temos q mudar nossa cultura de pensar q denunciar é feio ou pega mal.pois o próprio Jesus cumpriu a lei. Além de procurar a lei devemos vigiar e orar pois satanás não perde tempo. Lembrando q: muitas mulheres não denunciam pq não tem pra onde ir e nem condição de se sustentar sujeitam-se viver caladas.

      2. Verdade
        Acredito que a cassiane viveu essa cena que ela mostrou.
        Ela estimula que a mulher crente tem que sofrer calada,isso é terrorismo. Os nosso ssofrimento ja se foram na cruz

    4. Não é colocar a religião e sim Jesus Cristo à frente de tudo. Jesus é o caminho, a verdade e a vida e ninguém vai a pai se não for por Ele. Já tive muitos problemas com meu marido e Jesus o transformou. Hoje vivemos felizes e seguimos a Cristo juntos. Concordo com o fato de que a pessoa tem que pagar. Respeita- se aquele ou aquela que deseja seguir o caminho da fé.

    5. Nojo desse tipo de gente que usa a fé alheia pra manipular as pessoas e banalizar assuntos tão sério. Isso deveria ser crimee essa pessoas que em nome de deus usa a religião pra ganhar dinheiro e enganar os incautos deveriam respobder processo por estimular vitimas violência a se calar. 😡

    6. Acho a não entenderam o mensagem da canção. A mensagem mostra um homem que era viciado na bebida, destrui seu lá com brigas e agressão… no final ele foi curado por Deus. O clipe não precisa mostrar se ele foi preso ou não.. ele foi preso pagou, voltou com a esposa e foi curado por Deus.

    7. Concordo contigo, mesmo se convertendo tem que responder pela lei. Jesus não aboliu a lei. E a mulher pra servir a Deus não é obrigada ficar com um sujeito assim. Vai se tratar

    8. Primeiro que Cassiane tem que parar de gritar. Segundo que essas músicas dela, só ela msm consegue “gritar” terceiro que essa música parece mais um retalho de todas as outras dela. Ah, e não entendi o que tem essa música “gritada” com esses cenas detestáveis onde aparece uma mulher sendo agredida pelo companheiro e tudo fica por isso mesmo. “fala Deus” Deus não se agrada com essas atitudes, eu acredito que Deus transforma o homem, mas não significa que ela tem que apanhar, apanhar e apanhar para que todos saibam que Deus existe. Enfim, clipe ridículo do começo ao fim. Melhore Cassiane

    9. Renata Pimentel exatamente. Não dá pra em pleno 2020 a gente como mulher ter o nosso corpo sendo desumanizado e achar isso bom. Não vi nada de bom naquilo. Ela foi fisicamente agredida,ainda teve que sair de casa e essa saída está sendo usada como argumento de maneira ridícula,uma desonestidade intelectual absurda. Abri minha Bíblia aqui em Tiago Cap 5:19 – 20 : “Meus irmãos,se algum de de vocês desviar da verdade e alguém o trouxer de volta,lembrem – se disso: Quem converte um pecador do erro do seu caminho salvará a vida dessa pessoa e fará que muitíssimos pecados sejam perdoados”

      Óbvio que há perdão de Deus! Óbvio que TODOS têm o direito de perdão,mas agressão contra mulher se tornou crime e estamos em 2020. Quem bate na sua mulher,está descumprindo a lei, portanto está indo contra as leis das autoridades,que é pecado. A Palavra é clara,mas precisa ser entendida de forma mais responsável pela igreja.

      1. Gente quem produziu o clipe foi o marido dela o jairinho, metam o pau nele, e ela tá indo na onda, deve apanhar dele ou sofrer abuso psicológico, ela tá meio desviada mesmo, não sei o que aconteceu mas ela não tá bem com Deus e eu tbm não

    10. Concordo. A cantora Cassiane certamente é ungida de Deus, sempre fez com excelência seu trabalho. Nesse caso, faltaram duas coisas: A ‘real conversão’ que a justifica traz: para ver a luz do mal que causariam às mulheres, e Pedagogia cristã: para ver a luz dos direitos cívis femininos na era em que vivemos. É inaceitável!

    11. Ninguém bate de frente com as emissoras e suas novelas pregando traição, resultando e morte e violência contra a mulher. Na verdade o cerne da crítica é a fé cristã que perturba esse mundo escravizado pelo diabo. Convertam-se!

    12. O louvor é lindo o clipe horrível e de mal gosto incentivando as mulheres a perdoar ser denunciar os agressores eu adoro a Cassiane mais esse clipe tá um lixo que não condiz com o louvor

    13. Eu acredito nas coisas impossível pra gente Deus faz. Deus nunca abandona o pescador. E a gente tem o direito de recomeçar com uma nova vida com Cristo. Esse clipe falou no profundo do meu coração porque já vivi esse milagre no meu casamento. Clamei ao Senhor e ele me respondeu

    14. É vergonhoso, em pleno século xxI os produtores de vídeo clip ainda propagar uma coisa desta. Em um clip deste ser divulgado em que a mulher deva ser omissa ao homem , e aceitando a violência em nome da religião !

    15. A letra da música é linda.
      Mas a religião não pode ser usada como refúgio. Religião é conversão e não fuga.
      Homens assim como esse agressor merecem ir para cadeia.Relações abusivas se resolvem com denúncias, correção e punição pelo que fez.
      Não vi conexão entre a letra da música e o clipe.

    16. Padre Fábio de Melo falou justamente o contrário hoje na sua missa, transmitiu a verdadeira mensagem de Deus, que nenhum tipo de relacionamento abusivo é amor, e que ninguém precisa ser submisso a ele, falsos pastores pregam essa aceitação da violência atribuindo obediência a Deus.

    17. Nunca vi um agressor ficar bonzinho da noite pro dia!! Eu mesma sou produto de uma família assim😭 Eu e meus irmão somos sequelados ,eu ainda conseguir, com a força do senhor, me estruturar. Lugar de agressor é na cadeia. Quem perdoa, no caso a mulher acaba levando sofrimento para a família, filhos não merecem passar por isso!!

    18. Muito infeliz este vídeo clip. A música e a letra não tem nada relacionado com as imagens. Muito infeliz quem criou este vídeo clip. Jamais Deus aceitaria e aceita a violência a quem for.
      Faltou muita sabedoria divina.
      Deus é Deus, Ele é e sempre será soberano. Mas cabe ao homem fazer e ser a sua mudança. Basta ele querer.
      O cristão não no pode aceitar e se confirmar de forma alguma com a violencia.
      Exustem sim , muitos casos de violência doméstica,o crente deve sim orar, jejuar, viver uma vida de santidade. A mulher cristã, tem que correr atrás da sua liberdade financeira, ser independente de homem. Não vivemos mais no passado, onde a mulher não tinha valor. Hoje ela acordou e toda mulher não pode se submeter a homem nenhum.
      Na bíblia é bem clara e a mulher deve buscar sua felicidade e liberdade. Este vídeo deveria ter sido analisado pela MK. E retirado doar. Muito triste.

    19. Não vi romanização de violência, o que vi é alguém doente pq alcoolismo é doença e uma esposa que tentou, mas tomou a sabia decisão de sair desta situação. Deus tem o poder de transformar mas a mulher não deve aceitar está condição.
      Sou exemplo vivo disso, fui casada durante 10 anos da minha vida com um diácono da Assembleia, não tínhamos um relacionamento, ele mal encostava em mim, não tínhamos intimidade e ele não sustentava a casa. Após 10 anos diante de uma discussão pois já não aguentava vai aquela situação e sim, orei durante anos por esse casamento, um belo dia ele tentou me agredir fisicamente, levantei desci a vassoura nele e sai de casa com minha filha, um dia antes de ms mudar ele agrediu a própria mãe. Ao ir comunicar ao dirigente da igreja que estava saindo de casa e expondo toda a situação o mesmo virou e me falou que eu não podia sair e tinha que orar e conversar, se saísse estaria arrumando prova para minha vida. Virei e falei que por causa de conselhos assim, muitas mulheres dentro das igrejas vivem sendo agredidas fisicamente e mentalmente, que orar devemos mas Deus é educado, Ele só vai agir quando permitimos e queremos. Continuei ainda falando que a bíblia instrui que o homem não deve se apartar de sua esposa e se o fizer a mulher pode sim o deixar, se apartar vai muito além da palavra, deixar suas obrigações que Cristo ordenou como homem e chefe do lar. Informei que não estava pedindo autorização, apenas comunicando minha decisão pq ele me agrediu uma vez para nunca mais.

    20. O clipe não está dizendo, nem incentivando a mulher não denunciar o marido…Ele saiu e deixou uma carta, teve fé que ele poderia mudar e Deus pode fazer isso, creio que intenção do vídeo foi esse…Dizendo que Deus pode mudar uma pessoa e não que é proibido denunciar…Cada um tem uma atitude…Em momento algum incentivou não denunciar…Temos que ter cuidado com a geração nutela…A violência jamais devera ser aceita e endemonizar td me parece extremismo…

    21. Fato
      Clipe e história apresentada não se conectam. No final do clipe tem uma pequena conexão, porém não faz valer a pena.

      Sobre a questão VIOLÊNCIA CONTRA MULHER, logo abaixo do clipe, no ficheiro deixado pela gravadora, esta bem claro o incentivo à denúncia contra tão crime. ERRADOS OS HOMENS QUE FALAM ALTO COM AS MULHERES.
      A Bíblia fala que as mulheres devem ser submissas aos seus maridos, e também fala que os homens devem amar a sua esposa COMO DEUS AMA A IGREJA. Aos
      “homens” que tocam em mulheres, sejam HOMENS!

      E não critiquem.
      A palavra de Deus tá sendo ministrada da mesma forma.
      PAREM DE GANHAR MÍDIA EM CIMA DAS PESSOAS SEUS HIPOCRITAS.
      Apenas orem, vigiem e pensem naquele erro que vocês comentem e acham que é bicho de estimação.

    22. Eu me pergunto o mesmo.

      Terrível esse clipe! Terrível! O Brasil hoje ostenta o primeiro lugar no ranking de violência contra a mulher, e o clipe ensina a mulher a apanhar, a se submeter. Que horror meu Deus! Jesus liberta, mas a religião continua matando, escravizando, oprimindo!
      Espero que a Gravadora e a Cassiane repensem esse conteúdo e não romantizem a violência contra a mulher.
      Apologia à violência também é crime!

    23. a sociedade brasileira esta muito hipócrita, em nome do politicamente correto ignoraram o real sentido do clipe que e a mudança que Deus a faz traveis da fé na vida das pessoas, isso que e retratado no clipe acontece com muitas mulheres e muitos homem mudam de verdade assas a oração e amor da esposa e de Deus.

  2. É preciso romper essa visão. O agressor precisa ser denunciado seja ele quem for. Soy evangélica e não concordo com esse posicionamento dentro da igreja sobre violência doméstica.

    1. Infelizmente é a realidade dentro das igrejas hoje. Em pleno século XXI MUITAS MULHERES são vítimas de seus “maridos” ou companheiros e aceitar isso é a nesma coisa de incentivar as agressões e os maus tratos.

    1. O Clip não tem nada a ver com a letra da música.Desnecessário esse Clip falando sobre violência doméstica. Aí fala sobre Jesus,a volta de Jesus.E ao contrário do que a mk falou,não é necessário se converter.Sou convertida,e crimes são pagos através de código.penal.Se ele se converter bem.Pq dentro da igreja tem muitos casais assim,pelo fato de não desista do casamento,sendo que isso até quando?até quando a mulher morrer espancada?e aonde está escrito isso na Bíblia?em absolutamente lugar algum.Mulheres não devem se sujeitar a isso por sermos convertidas.Denuncie sim.Isso é um.absurdo.

  3. Péssimo exemplo este clipe, em um país onde as estatísticas de violência doméstica são aterrorizantes, romantizar este assunto é perverso, apenas deixa mais claro que a religião e a igreja são barreiras para que a mulher se liberte da violência, não se ora pra agressor, se denúncia! O feminicídio é real!

  4. A violência contra a mulher deve ser denunciada as autoridades competentes. A vítima tem que saber que a culpa não é dela e o agressor deve ser responsabilizado por isso. Deus cura e restaura casamentos, mas não apóia violência.

  5. E triste ver que é táo vago d realidade milhares de mulheres sâo violentadas diariamente no Brasil. Centenas saem d casa mas o desfecho é bem diverso desse. Uns voltam bonzinhos.um teatro d poucos dias e voltam a beber e a bater. Outros matam as esposas que tiveram coragem d sair do probema. Não é certo e nem normal a violencia fisica,patrimonial e psicologica. Precisa ser denunciada,combatida e levada a serio. Não se romantiza violencia em nivel ou genero nenhum. 😑😑😑😑😑😑😑😑

  6. Estudem sobre TRANSTORNO DE PERSONALIDADE NARCISISTA, isso NÃO tem cura! Porque a pessoa nunca vai admitir que tem esse problema, e DEUS NÃO OPERA MILAGRES SEM QUE A PRÓPRIA PESSOA queira. Nenhuma oração vai interferir no LIVRE ARBÍTRIO da pessoa.
    VIOLÊNCIA DOMÉSTICA É CRIME, DENUNCIE!

    1. Infelizmente vocês estão olhando este vídeo de forma errada, presenciei várias e várias vezes o jugo desigual nos relacionamentos, e também vi mudanças sobrenatural na vida de casais, só uma coisa tenho para falar com vocês, os espirituais entende o q é espiritual, o carnal entende o q é carnal, então não julgue se vc não entendi as coisas espirituais!!!!

  7. Um desserviço esse clipe. Infelizmente é a perpetuação do que o conservadorismo religioso prega: Mulher, seja submissa, aceite TUDO o que o seu marido fizer! Se ele pedir desculpas aceite e volte como uma boa esposa (ou munca saia de casa!). Ninguém garante que ela não vai apanhar por ele de novo.
    A restauração por uma vida mais saudável é uma escolha também. O clipe mostra que fica tudo na conta de Deus e da mulher, o homem é só um pobre coitado…

    #DigaNãoaViolênciaDoméstica
    #Disque100
    #NãoSeCale
    #QuemAmaNãoAgride

    1. Como se só o crente fizesse coisas erradas, somos todos pecadores e estamos todo no mesmo barco, seja crente ou não. Mania de julgar, vocês são todos hipócritas, Deus não se agradaria é desse seu comentário que não tem nada haver, uma coisa é você não gostar da música e nem do clip, outra coisa é você ser preconceituosa só pelo fato dela ser crente, macaco que não olha para o próprio rabo, me poupe

  8. Engraçado que essa matéria só veio pro site depois que o Vídeo do Thiago Medeiros (canal De cara com Thiago) foi ao ar.. é só olhar os horários de publicações.. tiveram o dia todo pra postar e só fazem depois que o vídeo vai ao ar e não dão os créditos na matéria..

  9. Cassiane, reconheço sua bela voz, mas o clipe da música é muito infeliz. Ele corrobora com os silenciamentos e com as violências que as nossas igrejas cristãs perpetuam contra as mulheres . Uma pena isso. Penso que você poderia usar do prestígio e da força que tem para encorajar as mulheres a romperem com esse tipo de relação, denunciando os agressores. Orar somente não resolve a situação das violências sofridas pelas mulheres.
    Não podemos nos calar diante das injustiças, diante das violências contra nossas irmãs.
    #nenhumaamenos
    #naoviolenciacontramulheres.
    #Denuncie180

  10. O mais engraçados é que a letra nada tem com isso ela poderia ter usado qualquer outro tipo de situação. Ridiculo o clipe e ridiculo tbm como muitas religiões oprimem mulheres a perdoar o imperdoavel

  11. Entre orar e denunciar quantas mulheres são vítimas fatais de companheiros agressivos. Até quando algumas religiões vão continuar esrimulando que as mulheres não denunciem os agressores? Achei o video absurdo!!!!

  12. a religião surgiu pelo medo do ser humano da solidão, depois Quando alguns mais malandros notaram que dava para usar como papel higiênico ou seja lá o que usassem em sua higiene, virou a desculpa ideal para todo tipo de comportamento e costume seja ele bom ou ruim, e quando a imagem do Deus ficou masculina o que veio daí só poderia ser: o homem e superior a toda forma de vida pouse a imagem deste deus ou parte dele, os outros servem ao homem, sendo justificada todo o uso de violência contra os outros, inclui do aí os de outras religiões e regiões deste planeta. ah e mulher fica entre os diferentes que estao ai para servir ao homem. recentemente na Arábia Saudita foi passada uma sura igualando a mulher as camelo o que garante alguns direitos paras as mesmas,mas sempre menos do que ao homem.
    quando falamos em pages iguais a esta infelizmente ainda falamos dentro de uma bolha que precisa ter sua voz ampliada a tal ponto que o ser humano consiga admitir e futuramente entender que na há diferença entre sexos, cor da pele ou local onde nasceu e que religião deveria ser um ponto que nunca deveria ser causa de separação e que todas tem o mesmo valor.

  13. Que nojo! Mulher cristã denunciem seus agressores e se seu pastor disser para não denunciar denunciem ele tambem! BASTA de encobrir crismes escritos na legislação, romantismo barato e brutal na esfere fisica e psicológica disfarçado de obediência religiosa.

  14. De fato, é uma romanização da violência que não podemos aceitar. Sabemos que as crenças de cada um são importantes, contudo, não podemos colocar como se isso “salvaria” da VIOLÊNCIA “. ESSE CLIPE É UM RETROCESSO NAS QUESTÕES DISCUTIDAS DE MACHISMO EM NOSSO PAÍS.

  15. Que clipe mais sem noção,nada haver com a música,um romantismo a violência doméstica.Se perdeu feio neste trabalho Cassiane.Falta de bom senso.

  16. Não concordo muito com a chamada da reportagem. Eu acho sim que Deus quando toca ,a pessoa realmente muda sim,se converte. Não vi nada que venha incentivar as mulheres nao denunciar o abuso a agressao,até porque não faz muita diferença a denúncia, as mulheres têm que pedir a proteção do senhor mesmo,pois ele é o único que pode quebrar um coração duro. Muda de verdade,só por Deus. As pessoas têm o direito se de se humilhar nós pes de Jesus é se arrepender. Que Deus tenha misericórdia e quebre os corações de ódio de muitas pessoas .

  17. Leitura rasa e equivocada do clipe! Não vejo nenhum “romantização” do absurdo da viloencia comtra a mulher, em nem um momento a violência é incentivada, ou relativizada, pelo contrário, o que vemos é a representação de duas realidades que precisam ser tratadas, uma mulher sendo violentada e que precisa tomar uma decisão difícil para uma mulher nessa situação , no caso a de se afastar do agressor, o que acaba acontecendo no vídeo, e de outro lado um homem com seus “demônios” ( espirito maligno do ponto de vista pentecostal, ou até mesmo do ponto de vista psicológico), um parceiro alcoólatra, que necessita de transformação, mudança de mente e comportamento. O que o clipe mostra é apenas a ideia latente do poder que evangelho pode produzir em qualquer indivíduo, coisa muitos de nós não queremos rejeitamos, pois ainda se vive uma sociedade que acredita pouco na superação do indivíduo, uma sociedade que ao mesmo tempo que trata um criminoso como vítima da sociedade, não acredita que alguém pode ter sua vida transformada! Triste ver uma análise leviana, precisamos abrir mais a mente, julgar com mais critérios o que vemos e ouvimos, tentar entender qual a verdadeira intenção de alguém antes de rotular!

    1. Linda sua inocência, num país com altos índices de feminicidio, qqr tipo de tratamento da imagem de violência contra a mulher ñ deve ser tolerado. Ele a agride diversas vezes e de várias formas, até que ela saia de casa, ñ é preciso passar por isso p compreender. .. escolheram o pior exemplo possível, passando a idéia de ser uma situação corriqueira, erraram rude.

  18. Nada a vê a música com o clipe ela deveria repensar religião e apenas religião não salva ninguém o verdadeiro Deus e amor e perdão carinho e compreensão e não covardia e humilhação de qualquer ser que seja e se for mulher pior ainda na bíblia a mulher foi criada para ser companheira amiga irmã mãe filha namorada esposa Deus não fez a mulher para ser maltratada humilhada violentada ou agradida por aquele que prometeu ama-la e protegê na alegria e na tristeza na saúde ou doenças na pobreza ou riqueza a mulher lembrar sempre destes juramentos do casamento o homem e que sempre esqueci tb se esquese que foram através de mulheres. que eles vieram ao mundo nos mulheres somos companheiras e não escravas dos mesmo ódeio está masculinidade tóxica que escraviza o homem e machucar bastante as mulheres está e minha opinião clipes assim séria melhor não fazer está realidade tem sido a de muitas mulheres diariamente se não for para mostra o que acontece com o homem que agridem melhor não mostrar nada

  19. Que triste este clip. Pelo Amor de DEUS, nunca romantize a violência. Este clipe desencoja muitas mulheres sofridas e vc, deveria ser responsabilizada por isso. #PareDeNosMatar

  20. Achei a letra da música nada a ver com a cena as pessoas tem que parar de usar o nome de Deus nessas situações dizendo que Ele que essa situação que temos que buscar para ele mudar Deus é bondoso ele não quer mal para ninguém nois é que fazemos escolha errada religião não mim enganar mais Jesus já pagou o preço por nois na cruz do calvário sofrimento assim jamais

  21. Que triste uma voz tão linda… Uma canção bela!! Mas qual a intencionalidade deste clipe? Lamento esse uso da religiosidade!! Mas no caso do vídeo não é Deus, mas com um delegado que se precisa falar!!
    Não devemos aceitar banalização, naturalização, romantização da violência!!

  22. Não quero nem ver o clipe !!! Gosto da Cassiane mas aí é um pouco de mais !!! Violência domestica acaba na maioria dos casos em feminicídio, rarissímos são os casos onde a fé pode fazer alguma coisa,não descriminalize a violência conta a mulher,você pode se tornar cúmplice indireto de assassinato !!

  23. O que você chama de “romantização da violência”, ou até mesmo de covardia, eu chamo de coragem em suportar e não aceitar um marido alcoólatra por amor; não ao homem agressor, mais em quem ela crê. Narrar um enredo conforme o próprio entendimento é fácil, afinal cadeia e prisão é muito mais eficaz na sua concepção, ou não?

    Sabe porque há um julgamento sobre essa questão especificamente em torno da pessoa que tá narrando o enredo contrário, distorcido? É porque as pessoas estão acostumadas a devolver violência com mais violência. Agressão com mais agressão. Ao invés de lutar pelo casamento, tendo a coragem inclusive de sair de casa, como ela fez, prefere narrar a “romantização da violência”. Covardes.

    Ei, crie um contexto com narrativa sobre alguém que gravou um videoclipe na esperança de ajudar muitas outras mulheres que estão passando pelo mesmo sofrimento, em se libertar da situação, e não como se ela estivesse defendendo mais agressão. Ou ninguém mais viu isso? Ela deixou ele! E resolveu lutar sozinha em oração, longe, distante, para não sofrer mais fisicamente. Ou o texto começou apenas na agressão e terminou nela? O final mostra o arrependimento e ele longe da bebida, sem violência, transforma. Foi mostrado uma alternativa na busca pela ajuda, não a defesa da “romantização da violência”.

    Mas eu entendo os que julgam, sabe porque? Os que olham pelo lado da violência é porque jamais conhecerão o amor. 70×7.

  24. Eu não consigo acreditar no que estou vendo, Deus não quer injustiça. Pessoas uma pessoa não significa que ela não precisa pagar pelo mal que fez.
    Cadeia nele.
    Agreçao doméstica é crime, deve ser denunciada.

  25. E qual a novidade?
    Todo mundo sabe que o protestantismo prega o casamento acima do bem-estar da mulher que, de acordo com os preceitos dessa vertente do Cristianismo, o homem é superior e a ele a esposa deve apenas obedecer. É preciso romper com esse câncer que é a violência contra a mulher!

  26. E coisas que acontece na vida de muitas mulheres. Lindo louvo porque o demônio ele usa pessoas sim e Deus vem e expulsa Legião de demônios mas muitos critica louvores que são usados pelo Senhor através de um louvo restaura salva traz pessoas para o caminho do senhor louvo lindo Cassiane está de parabéns porque Deus usa essa serva do senhor .

  27. Parece que esse povo pseudo evangélico faz de proposito. A provocaçào em cima de um tema tão em voga que é a violência contra a mulher.
    Nota que a letra do hino nem tem a ver com as cenas do clipe!É tudo jogo politico pra depois se colocarem de vitimas usando o nome de Deus em discursos de campanha.
    O negócio gospel não tem limite!

  28. É sério isso?
    Vcs escravizam mulheres, vcs religiosos tem muitas mortes nas costas, pois muitas mulheres não se libertaram de seus maridos cretinos e violentos, por não ter apóia família , pois a religião da família força ela permanecer na tortura de um casamento fracassado.
    E muitas saem mortas desses verdadeiros infernos domiciliares.
    Foi péssimo o clip da música.

  29. Gente, nunca tinha escutado/visto essa mulher, desconhecia a existência dela… a voz é uma chatice só… a letra… bem, pra quem gosta… ah, me Poupem!
    Preferiria não tê-la conhecido… a ignorância às vezes é uma benção.

  30. Humm será q é assim que ela age,, pq nessas lives que ela tem feito com o marido Jairinho ele parece não ama lá mais olha para ela com um olhar distante sem amor parece que tão casados pela religião para não manchar á fama deles de casal perfeito

  31. Estou chocada! Ainda perguntam porque as mulheres são assassinadas, este clip mostra isso, mesmo agredida duas vezes ela me perdoa. O homem é sagaz, jura de joelhos, chora, se diz arrependido, chora com a Bíblia na mão e MATA!! Que mulher é essa do clip? Não podemos aceitar o agressor e nem se sentir culpada pq estamos indo embora. Um absurdo a cantora berrando, com uma extensão vocal absurda e um clipe que silencia a mulher. Só cante! Deixe o clipe, não combina com a música. Coloca floresta, Rio, rua, enfim, não faça clipe dizendo que a mulher deve perdoar seu agressor em nome de Deus. Deus jamais concordaria com isso.

  32. Eu também não gostei do clipe, fica muito claro que podem fazer o que querem com suas esposas que elas não vão denunciar porque a religião não permite ou irão trazer o escândalo, e a elas quem protege?

  33. Vai voltar para casa e continuar apanhando dele. Nada melhor do que ele pagar pelos erros e repensar as atitudes. Melhorar como homem e como ser humano e, principalmente, como companheiro da esposa. emEsse, sim, seria um bom desfecho para a história.

  34. No clipe a mulher decide perdoar e sair de casa confiando que Deus é poderoso pra mudar a história. Ela saiu e foi cuidar de si mesma, não permaneceu com ele e nem na agressao. Confiou que a Justiça de Deus é infinitamente poderosa e maior que a dos homens. A oração tem poder pra libertar alguém do vício e do alcoolismo porque se tratam de demônios. O homem se entregou a Deus e eles se reencontram numa nova condição. Parabéns Cassiane. Serva de Deus ungida do Senhor. O texto acima e o comentário só revela ausência total de conhecimento do Deus criador de todas as coisas. Não sou contra denunciar violência etc,mas o perdão é divino e não deveria de forma alguma ser criticada. O objetivo foi mostrar que com DEUS sempre há uma nova vida.

    1. Parabéns pelo entendimento!!a APOSTASIA TA TOMANDO CONTA INFELIZMENTE!!LOUVADO E ENGRANDECIDO SEJA O SENHOR SEMPRE!!💖🙏

  35. Olha a sua inguinorancia te deixa preso a um tipo de pensamento tão antigo ou não sei me espressar no momento mas eu era assim então eu deveria pagar pra quem hj eu tenho a minha vida totalmente mudada mas se a sua cabeça é assim siga seu caminho e ve onde vai dar até

  36. Aconselhar uma mulher agredida a permanecer casada, não é lutar pela família e nem pelo casamento. É beneficiar o agressor em detrimento da vítima. O casamento já acabou na hora em que começaram as agressões. Só existe matrimônio onde habita a reciprocidade!

  37. A esposa agredida deve sim orar pelo seu marido. Primeiro para que ela consiga se livrar do canalha e segundo para que a justiça seja feita e ele vá parar atrás das grades!

  38. Desnecessário esse vídeo, a música ñ tem a haver com o vídeo, isso foi uma forma de chamar a atenção das pessoas para assistir ao vídeo, isso ñ transmite a palavra de Deus a ninguém, ao contrário, só afeta quem sofre esse tipo de agressão.

  39. Desserviço absoluto lançar esse vídeo. A violência doméstica e consumo de drogas (lícitas, como o álcool, ou ilícitas) estão em índices ainda mais alarmantes por causa da pandemia. Dependência de álcool é doença, precisa de tratamento médico. Violência doméstica precisa de denúncia e punição.

  40. Realmente. O louvor é lindo, mas o clip é um desserviço de todo um trabalho que está sendo feito para que a violência contra a mulher seja combatida.
    Acredito no amor de Deus e creio que Deus quer ver todos bem e felizes, mulheres e homens. Um homem quando bate em uma mulher, não o faz por falta de fé, bate por falta de caráter.

  41. Achei que não tinha nem uma.necessidade desse clipe com esse casal. Até pq falava da grandeza de Deus,é não de um relacionamento .Eu sei que quem ama espera que tudo der certo mas não precisava fazer esse clipe

    1. Nossa, é tao difícil elas tomarem uma decisão de denunciar o agressor, ver um clipe desses é destruir uma luta ardua que os que trabalham com violência domestica, todos os dias travam.

  42. A violência contra a mulher deve ser denunciada as autoridades competentes. A vítima tem que saber que a culpa não é dela e o agressor deve ser responsabilizado por isso. Deus cura e restaura casamentos, mas não apóia violência.

  43. Quanta hipocrisia por isso milhares de mulher morrem por violência doméstica no Barsil todo ano, se calam até se calarem eternamente depois de seus companheiros a matarem, mulheres não esperem pois pode ser tarde denuncie#

  44. Muitas irmãs morreram esperando pelas conversão de seus maridos agressores. Acordem mulheres!! Se mandem e denunciem. Orem, mas fiquem longe e não retornem!

  45. Este clipe está fora de sentido, nada ver com o louvor, e sem noção da realidade da violência sofrida pelas mulheres, acho que ela precisa sair do seu mundo de conforto religioso e se ligar no acontece ao seu redor, entender a realidade do machismo, racismo e sexismo que oprime milhares de Mulheres em nosso país, violência é crime e tem que ser tratado como tal.

  46. Que merda de clipe hein Cassiane…
    Tá usando a publicidade negativa a seu favor, pra bombar uma música que não precisaria de apelação.
    Vc é uma voz maravilhosa, que toca profundamente até aqueles que não são simpatizantes de religiosidades…
    Merda de clipe!
    Conserta essa apelação a violência aí, Por que os tempos são outros, mulher nenhuma aceita mais essa violência .

  47. As leis, em casos de violência, muitas vezes funcionam como o cuidado de Deus para quem não tem quem os defenda. Odiar o agressor não é compatível com a vontade de Deus ,coibir as agressões, antes que males irremediáveis aconteçam ,sim. É uma chance que Deus o oferece para arrependimento. Há pessoas , que nunca se converterão, e este é o único recurso para que lhes sejam impostos limites ,para que suas vítimas possam seguir a Cristo sem embaraços.

  48. Não é discurso religioso. É bíblia… Esse trecho q bc citou está na bíblia e não foi criado por pastores de religiões 🤦🏼‍♂️🤦🏼‍♂️🤦🏼‍♂️

  49. Até quando mulher vai ter a OBRIGAÇÃO de aceitar tudo calada do seu marido ou até msm da sociedade !??? Acho q Deus não se agrada disso não!!! Ou Deus tá um pouco cm valores invertidos ..???

  50. Absurdo!!! A religião deveria anunciar o amor e a paz. Jamais a alienação relativizando a violência em um país que possuem índices absurdos de violências contra as mulheres e Feminicidio 🤮

  51. Concordo. A cantora Cassiane certamente é ungida de Deus, sempre fez com excelência seu trabalho. Nesse caso, faltaram duas coisas: A ‘real conversão’ que a justifica traz: para ver a luz do mal que causariam às mulheres, e Pedagogia cristã: para ver a luz dos direitos cívis femininos na era em que vivemos. É inaceitável!

  52. Totalmente desnecessário fazer propaganda de relacionamento abusivo! Como eu vou vou conseguir ouvir esse louvor agora sabendo que fizeram pra isso? Cassiane me decepcionei com vc, na verdade eu não vou conseguir ouvir e nem comprar mais nada seu.

  53. Quanto mais submissa a mulher ou os seguidores da igreja mais dízimo.
    Tenho pena de quem se sega e acha que seu agressor vai parar por um milagre de Deus.
    Um agressor sempre será um agressor.Mukheres cristãs, denunciem, não eceitem

  54. Uma religião séria deveria incentivar a denúncia e repúdio a violência …o agressor precisa ser notificado, punido, o perdão fica a cargo dele e Deus…pastor do padre, pai de santo e outros não são juízes…mulher cristã denuncie…o primeiro lugar a perceber seu sofrimento deve de ser a congregação…não atravesse mais desertos …pegue um avião e vase .Deus não te fez de calda e sim a cabeça.

  55. Precisamos para de hipocrisia, as igrejas não insentiva violência de forma alguma.
    Ela cuida de pessoas.
    Tem gente torta em todos os seguimentos crimes em todo lugar.
    As musicas ñ gospel.pronunciam brutalidades prostituição promiscuidades todos os diad o tempo inteiro degradam as mulheres o tempo todo.e ninguém fala nada.
    Perdoar ñ é ficar com agressor.
    Meus pais se agrediam ppr causas de drogas legais ,mas hj depois de convertidos são melhor exemplos de familia que eu podia ter.
    Hj falo com mulheres de minha igreja pra ñ aceitar abusos.e acredite 99% delas viviam isso e boa parte delas ñ vivem mais isso.
    Ñ é excluindo pessoas e sim mostrando onde estão errando .
    Que melhoraremos a saúde familiar.
    Acho pesado o Clip.
    Mas nunca será mais pesado do q a tv enfia na cara da gente todos os dias.

  56. Primeiro de tudo, a musica fala sobre a grandeza de Deus a soberania de sua voz quando é entoada.
    Mas para mim e minha esposa o clipe romantizando a agressão e a insistência da”esposa” em orar não quee dizer que está, desencorajado as mulheres de denunciar NÃO, porque a mulher deve fazer o que for cabível na lei dos homens para não sofrer.
    Para mim a cantora gospel Cassiane foi infeliz na escolha ou em deixar escolher o roteiro neste clipe.

    Att. Jonathan Milton

  57. O clipe relata a obra redentora de Cristo na vida de um pecador, a restauração do lar através da fé, perseverança na oração, do arrependimento e da mudança de vida. Através da voz no nosso Deus, que dá perdão e emudece os que julgam.

  58. Mano vocês são muito chato aqui nos comentários tem muito “mimi” a cantora colocou a realidade que acontece em muito lares. Se isso fosse uma apologia ao agressor então as novelas reportagem que trata do assunto estão cometendo o mesmo erro.. para de ser chato povão

  59. O louvor diz q Deus expulsa demônios, no clipe a mulher de fé entrega ao Senhor a restauração do seu casamento, a denuncia iria fazer esta restauração? A mulher sábia e crente não entrega ao inimigo aquilo q foi dado por Deus, lindo louvor, lindo clipe, Deus é fiel!

  60. A gravadora respondeu: “Não podemos esperar que pessoas que ainda não foram alcançadas pela graça de Deus compreendam a profundidade da história” Que desculpinha esfarrapada…kkkk Que profundidade? Até uma marmota entende a romantização da violência contra a mulher no Clipe, bem ruinzinho por sinal…

  61. Conheço mto homem “cristão de verdade” que não deixou de ser abusivo depois que converteu. Depois que converteram, só acharam nas igrejas que frequentam motivo, fundamentação e aval pra continuar sendo abusivo contra as mulheres.

  62. A nossa luta não é contra carne e sangue mas contra as potestades do mal. A resposta é Jesus sim….tantos precisando do amor de Deus em suas vidas pra haver uma mudança, transformação que só Jesus pode fazer. Aí é CONFIAR no Deus Todo Poderoso.

  63. Se fosse 50 tons de cinza não seria violência, povo nojento vai caçar uma louça pra lavar combada de imbecis. Pior do que evangélico cantando música de religião é esse povo otário querendo achar que tudo é incorreto

  64. A canção é linda..mas não vejo nada a ver com o clipe… não devia relacionar com a agressão… mulher tem q apanhar e orar até um dia morrer?….vivi isso a anos..e a pessoa não mudou .. hoje tô separada a 10 anos….nem tudo é oração….. agressão tem q denunciar..orar é bom..mas as leis tem ser aplicadas…..sou fã d Cassiane, mas essa daí não foi legal

  65. Esse vídeo precisa ser denunciado. Façam suas denúncias. Não é possível que vamos deixar uma apologia à violência doméstica passar livremente em nome de uma fé cega! Não! Deus não muda ninguém! Não! Seu casamento não vai ser transformado se o seu marido não quiser! Não! Você NÃO é responsável pela conversão espiritual dele, nem pelo tratamento do alcoolismo, nem pelos problemas emocionais dele! Ele é adulto. Ele sabe se cuidar sozinho! Violência contra a mulher é crime! Denuncie!

  66. Nada a ver a letra do hino com esse “infeliz clipe”
    Jesus o Salvador do mundo não apoia erro e nem situações de agressão…Ele é o príncipe da paz.
    Gosto dos louvores de Cassiane mas defender marido que bate na mulher não é certo.
    Jesus também não defenderia…e nem defende.

  67. Mulheres não caiam nessa. Rezar só não adianta e muita das vezes Deus quer nos livrar de determinadas situações. Não permaneça em relacionamento abusivos acreditando que Deus vai te salvar. Na verdade Ele já está mostrando para você que é hora de correr daquela situação. Esses produtores foram infelizes ao colocar a violência doméstica como exemplo nessa caso.

  68. Muito infeliz este vídeo clip. A música e a letra não tem nada relacionado com as imagens. Muito infeliz quem criou este vídeo clip. Jamais Deus aceitaria e aceita a violência a quem for.
    Faltou muita sabedoria divina.
    Deus é Deus, Ele é e sempre será soberano. Mas cabe ao homem fazer e ser a sua mudança. Basta ele querer.
    O cristão não no pode aceitar e se confirmar de forma alguma com a violencia.
    Exustem sim , muitos casos de violência doméstica,o crente deve sim orar, jejuar, viver uma vida de santidade. A mulher cristã, tem que correr atrás da sua liberdade financeira, ser independente de homem. Não vivemos mais no passado, onde a mulher não tinha valor. Hoje ela acordou e toda mulher não pode se submeter a homem nenhum.
    Na bíblia é bem clara e a mulher deve buscar sua felicidade e liberdade. Este vídeo deveria ter sido analisado pela MK. E retirado doar. Muito triste.

  69. O vídeo só poderia ser de um homem, para colocar a mulher como obrigada a aguentar uma violência em nome de um perdão… A violência é um ciclo, e as raízes estão no autoritarismo patriarcal e não em Cristo que deixou o exemplo de como amar, quantos homens amam a sua vida como Cristo que se entregou até a morte???

    Mulher muitas vezes a liberação é sua, seja livre vai embora e não olhe para trás, ninguém muda da noite para o dia, eu passei 20 anos esperando a mudança até que eu mudei! Fui embora…

  70. Acredito que usar esse tipo de tema para lançar uma música não foi uma escolha muito feliz, mesmo pq não vi que a música tenha alguma coisa haver com a situação apresentada. Mas tudo é uma questão de interpretação. O que entendi da cena é que a situação em si é existente em muitos lares, e apresenta uma mulher que ama seu marido, mas de tanto apanhar resolveu deixá-lo embora não fosse essa a vontade dela, e que entregou de vez a situação nas mãos do único que poderia mudar sua situação conjugal ( Jesus). As vezes somente com uma decisão extrema causamos no outro a falta necessária para o reconhecimento de seus atos. Não vi e n entendi que Cassiane está de alguma forma contribuindo para a violência doméstica, mas está apenas mostrando o que acontece todos os dias em muitos lares.

  71. Já passou da hora de igrejas, e pseudos pastores, pastoras, ministras, e obreiros pararem de praticar apologia a violência doméstica. Chega de afagarem esses homens maus, agressores, perversos, sádicos, psicóticos, violentos, usando em vão o nome de Deus. Essa prática não cabe no evangelho de Jesus. Humilhação, agressão, adultério, submissão, e esperança falsa permanecem sendo nutridas e alimentadas por doutrinas que cambaleiam pelo fio de uma ética tropeça e inóspita. Eles cantam bonito no palco, mas vivem de forma horrenda aos olhos de Cristo ilustrando a barbárie. Podemos orar, sim, é mandamento de Jesus, mas antes precisa ser feito boletim de ocorrência, e esse agressor, precisa pagar pelas suas ações.
    Precisamos nos converter a Deus e não ao analfabetismo teológico.
    Shalom!

  72. Concordo com você mesmo por que essas pessoas não sabem que Jesus e Deus de milagre DEUS de promessa, quem era Paulo de tasio todos aqueles que se arrepende dos seus maus caminhos Deus liberta seja qual for a situação.

  73. Engraçada essas teorias da igreja. Então a esposa agredida pelo marido não deve denunciá-lo às autoridades, mesmo que de conhecimento de outras pessoas. Mas se algum irmão for visto em um barzinho tomando um chopp, indo a um show de pagode, este deve ser excluído por toda igreja, deve ser expulso da congregação. Em linhas gerais: bater na esposa pode, tomar um chopp não. O protestantismo, de forma geral, esta cada vez mais deturpado.

    Devemos amar a todos, mas de for gay, gostar de chopp ou usar um vestido mais curto, este já e segregado. Então na verdade o protestante só acolhe quem lhe for socialmente interessante.

    Isso me lembra muito a década de 90. Se você tinha tatuagens era rotulado como blasfemador. Vi pessoas que eram obrigadas a cobrir as tatuagens durante o culto. Então na década de 90 você era pecador. Mas a atual jurisprudência dos pastores tem aceitado homens tatuados e homens com brincos. Percebe que quem cria as regras é o próprio homem?

  74. Quanto MI MI MI.
    Primeiro: é so um vídeo. O q se passa nas cenas não quer dizer q a cantora concorda com violência contra mulheres.
    Segundo: romantizar a violência??? Kkkk Onde estão vendo isso???? Pelo amor…..!!!! Eu vi uma personagem que buscou socorro na sua fé pra mudar sua família e optou por sair de casa e quem sabe, refazer o casamento.
    Terceiro: algumas pessoas escolhem a religião sim, e a fé pode muito em seus efeitos; vc crendo ou não, Deus pode transformar qualquer realidade. Umas escolhem denunciar, outras (como a personagem do video) escolhem buscar proteção na fé e em Deus. Pq elas estariam erradas? Todas as que denunciam foram protegidas? Acaso o marido violento não voltou mais violento ainda e as matou? Ou bateu mais forte ainda? A ordem de restrição foi o suficiente pra impedir que a violência continuasse?
    Quarto: lutem e critiquem aqueles videos que mostram crianças expostas a coisas inadequadas, protestem contra a perda de valores, compartilhem algo q realmente mereça ser compartilhado.

  75. Que merda de clipe!!!

    Encorajando o abuso e a mulher aceitar passar por isso como se fosse normal???? Affffff

    Abusos não devem ser tolerados, nem de homem e nem de mulher, isso fere os ensinamentos de Cristo.

    Desde quando um relacionamento abusivo é igual ao que Jesus pregou?

    “Amai vossas esposas, como Jesus Cristo amou a igreja”.

    Esse clipe é um herege!

  76. O seus jegues assistam o clipe todo e parem de falar besteira antes de confirmar a veracidade do assunto. Eu mesma acabei de assistir o clipe e vi que é mentira o que estão falando. No clipe a moça em questão orou e denunciou , orou e agiu como está escrito em Eclesiastes “há tempo de orar e a tempo de agir”. Através desses dois fatores o rapaz decidiu se converter, sem contar que ela ainda arrumou as coisas dele e se separou !

    Violência contra a mulher é crime , disque 180 !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *