Jãmarri Nogueira

Por Jãmarri Nogueira

21h00

Artista paraibano faz ‘tela-tributo’ ao bailarino José Enoch, falecido há dois anos

O último sábado, dia 27, foi marcado pelo segundo aniversário de falecimento do maior nome da dança na Paraíba: o professor e bailarino José Enoch, 88.

Em João Pessoa, o artista plastico Sebastian Fernandes prestou uma homenagem ao mestre da dança, pintando uma tela. No quadro vê-se Enoch e diversas bailarinas.

José Enoch faleceu em 2019, aos 88 anos

Em seu Instagram Sebastian escreveu a respeito de Enoch: “Uma estrela de brilho tão intenso, apesar de todas as dificuldades que enfrentou em vida, que por muito tempo nos livrou de tão profunda escuridão cultural. Conheci o seu trabalho com direito a cadeira cativa, a qual me deu acesso aos bastidores das suas apresentações e espetáculos, causando-me, sob forte emoção, uma admiração profunda por sua arte. Ao talentoso amigo, que se depender de mim jamais será esquecido, minha simples e humilde homenagem. Viva Enoch!!!!

José Enoch nasceu em Rio Tinto. Filho de militar, iniciou sua carreira no Rio de Janeiro, onde estudou balé no Teatro Municipal e começou a se apresentar profissionalmente.

José Enoch chegou a se apresentar na Broadway, em Nova York, e foi o primeiro bailarino brasileiro a se apresentar no Teatro Royal. Após conhecer mais de 40 países, o artista voltou à Paraíba, onde abriu um estúdio de dança em João Pessoa, no bairro da Torre.

Sebastian Fernandes e a tela em tributo a Enoch




*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal T5.

1 comentário em “Artista paraibano faz ‘tela-tributo’ ao bailarino José Enoch, falecido há dois anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *