abrhpb

Por abrhpb

22h55

É possível ser feliz?

Você sabia que felicidade é uma ciência?

Martin Selman apresentou o estudo da teoria da Felicidade Autêntica com base em três elementos: emoções positivas, engajamento e sentido, que tem como objetivo aumentar a satisfação na vida.

Logo depois lançou um novo estudo denominado Teoria do Bem-Estar, com cinco elementos: emoções positivas, engajamento, relacionamentos positivos, sentido e realização, que tem como objetivo aumentar o florescimento humano.

Essas duas teorias fundamentam os estudos sobre a ciência da felicidade. Então, vamos refletir como como agir e reagir diante dos momentos tão difíceis que vivenciamos no ano 2020 e ainda em continuidade em 2021.

E agora, como trabalhar as emoções positivas diante de um turbilhão de emoções negativas? A ciência da felicidade não nega as emoções negativas, a grande sacada é como manter o equilíbrio das emoções em situações adversas.

Eis aí o grande X da questão!

Nessa pandemia fomos afrontados por situações traumáticas, por outro lado, tivemos momentos de grande aprendizados de acordo com diversos relatos de pessoas que foram capazes de se reconstruir e ressignificar as suas vidas com base no que os fez bem e acima de tudo gerando prazer ao longo de sua jornada.

É evidente que para muitas pessoas a situação de pandemia Covid 19, causou uma avalanche de emoções negativas por motivos diversos. Mas, a ciência mostra o quanto podemos equilibrar as emoções positivas e negativas e nutrir a forma de enxergar novos aprendizados em cada situação vivenciada.

É obvio que nem sempre a vida é tranquila, existem inúmeros obstáculos que dificultam muito a travessia na jornada de ser feliz. Mas o que fazer?

Experimente praticar pelo menos uma ação de generosidade, diariamente por uma semana e posteriormente aprecie como você se sentiu durante essa prática.

Ser feliz é possível!!!

Maria da Penha Silva dos Santos – Presidente ABRH-PB





*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal T5.

1 comentário em “É possível ser feliz?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *