Paraíba, domingo, 20 de setembro de 2020
26° C
Busca

Blogs

abrhpb

Por abrhpb

08h43

Em tempos de incertezas e vulnerabilidade – O que se espera da liderança é humanização

A liderança torna-se humanizada quando inspirada pela opção de servir. O gestor precisa gostar de gente, entender dos processos e das estratégias da organização, uma equação sustentável para o negócio.

Na atuação da gestão o comportamento do líder deve estar alinhado com os valores, missão e visão, que direcionam os objetivos da organização atrelado ao propósito e às necessidades das pessoas nas dimensões – física, cognitiva, emocional e espiritual. Desta forma, as organizações se tornam uma parte cada vez maior no sentido de identidade para o colaborador.

O papel do líder é embasar a sua atitude no enfoque positivo e facilitar o ambiente para que o florescimento seja possível, ou seja, fazendo uma gestão por meio do diálogo focado nos pontos fortes da equipe, tendo uma comunicação empática com intuito de levar o colaborador a trabalhar o processo de mudança com significado, incentivando o fortalecimento e engajamento da equipe.

O líder humanizado procura compreender em vez de julgar; enxerga o que o liderado tem de melhor e potencializa o talento. Os lideres com este comportamento investem na criação de recursos internos fortalecedores para agregar valor e incentivar o colaborador na busca  constante do autodesenvolvimento.

Segundo  Kouzes  e Posner – O sucesso na liderança dependerá  inteiramente da capacidade de construir e manter relacionamentos humanos que permitam as pessoas realizarem resultados  extraordinárias. É o verdadeiro exemplo de conduta ética para todos na empresa e, sobretudo, transforma pensamentos sutis em realidades concretas.

Cabe às organizações que almejam um futuro próspero para os seus negócios repensarem e recriarem seu modelo de gestão, reconectando com os seus colaboradores e, trabalhando na construção de unidade entre gestores e equipes em alta performance, alcançando assim, resultados extraordinários.

Comente  e compartilhe!

Maria da Penha Silva dos Santos – Presidente da Diretoria Executiva  ABRH-PB





*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal T5.

4 comentários em “Em tempos de incertezas e vulnerabilidade – O que se espera da liderança é humanização

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *