Paraíba, quarta-feira, 12 de agosto de 2020
26° C
Busca

Blogs

abrhpb

Por abrhpb

11h22

O impacto da consciência humana diante da pandemia no mundo

O mundo está atravessando um grande desafio humano. A pandemia é um fato real com grande impacto na saúde da população, economia do país, na estrutura política e tudo isso depende do poder da consciência humana.

Desde o início de tudo, o isolamento social é considerado o método mais eficaz para contenção do contágio pelo coronavírus. O que há de dificuldade nesse entendimento, se há uma necessidade notória para ficar em quarentena em prol da sua saúde e das pessoas que lhes cercam?

Olhando para os novos tempos, já percebemos que a solidariedade, generosidade, coletividade e  amor ao próximo serão atitudes consideradas primordiais a partir desta experiência. Será que estamos dispostos a desaprender, aprender e reaprender para construir um mundo melhor?

Então, está sendo  muito óbvio que a pandemia está nos levando para dentro de casa e para dentro de nós mesmos. Esta viagem será a nossa contribuição para a cura da natureza, os efeitos tóxicos provocados pelos humanos estarão sendo minimizados, contribuindo assim para o oxigênio que respiramos. Por que será que muitos humanos não enxergam este bem comum e ainda transgridem as regras de isolamentos?

Todas as vezes que a gente viaja de avião, somos orientados pelos comissários de bordo na demonstração do uso das máscaras de oxigênio para o caso de despressurização na aeronave, primeiro coloque a máscara em você e depois ajude o outro, mesmo que seja uma criança. Qual o sentido desta ação? Qual analogia que podemos fazer com este momento de pandemia?

Certamente, fala-se do autocuidado. Se houver um melhor entendimento neste sentido, provavelmente o mundo terá uma reviravolta e muitos entes queridos poderão serem salvos de complicações mais sérias, inclusive os que estão na linha frente.

Já era evidente que em algum momento da vida, todos os seres humanos iriam fazer esse pitstop para organizar o seu mundo interior. Todos  precisam perceber qual a mochila que estão carregando. E se o que precisam para viver, cabem dentro desta mochila.

Sem dúvida, quem aproveitar este momento para ressignificar as lições aprendidas, estará dando muito mais sentido a sua vida e de toda humanidade.

A neurociência já explica que o processo de ser consciente nos aproxima dos nossos pensamentos, sentimentos e comportamentos, ou seja, precisamos estar consciente de como estamos reagindo em cada situação. Assim, teremos duas escolhas: ou mudamos nosso comportamento ou continuamos vivendo no automático.

Por essa razão,  permita-se  extrair o melhor do mundo em pandemia e embarcar na jornada de aprendizagem consciente no novo normal em todos os âmbitos da nossa vida e recomece a trilhar pelo caminho do autoconhecimento e autoconsciente que os levará para um futuro mais próspero.

Então, o que queremos para o futuro e que poderemos começar a fazer agora?

O que queremos para as pessoas que amamos e que poderemos fazer agora?

O quanto queremos que contribuir com a humanidade e que poderemos fazer agora?

“O ser humano é o começo, meio e fim de qualquer processo de transformação. Unindo as forças e os atributos internos, ele é capaz de se levantar quantas vezes forem necessárias para reverte situações graves”. Endoquality de Ken O`Donnel

 

Maria da Penha Silva dos Santos – Presidente da Diretoria Executiva ABRH-PB





*Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal T5.

19 comentários em “O impacto da consciência humana diante da pandemia no mundo

  1. Maravilhoso texto!! Autocuidado e gostei muito que tivemos voltar para casa e para dentro de nós mesmos! Buscar a adaptabilidade! Cuidar de mim para conseguir cuidar dos outros! TOP!!!!

  2. Acredito que muitas pessoas sairão melhores desta Pandemia. Olhar para dentro e entender a importância de se cuidar para estar bem e assim poder cuidar do outro, é uma das lições que estou tomando para mim. A generosidade está em alta e espero que a empatia seja támbem um dos aprendizados que precisamos absorver.

  3. Excelente texto! Tomada de consciência é de suma importância para todo processo de mudança. Vamos sair dessa transformados! Certamente o mundo será melhor!🙏

  4. Que texto!!! Autocuidado e autoconhecimento são as palavras chaves. A partir do momento que permito me conhecer, passo a ter consciência das minhas potencialidades e fragilidades e só assim começamos um processo de autocuidado… Feito isso comigo, eu também começo a enxergar o outro de forma diferente e mais humana, contribuindo assim para um mundo melhor, mais empático e generoso. Parabéns pelo lindo texto!

  5. Texto relato a realidade que estamos vivendo, como tempo de transformação.
    Entendo que teremos dois tipos de SER . um apto a mudança, transformado e o outro , infelizmente ainda ” NÃO QUERENDO SABER DE MUDANÇA” e consequentemente revoltado…..

  6. Belo texto! Em alguns meses, estilo de vida e pensamento estão distantes de um passado próximo. Percebo que parte da sociedade pensa no coletivo, doando e cuidando, outros nem tanto. Usar máscara é necessário!

  7. Excelente texto, a humanidade foi pega de surpresa e com certeza sairemos com outra consciência dessa. Uns aprenderão pela dor outros pelo amor…

  8. Esse novo momento que nós seres humanos estamos vivenciando, só veio confirmar que precisamos ser cada vez mais “humanos”, isso significa: se é bom pra mim eu posso e devo fazer para o meu semelhante, mais esse ensinamento é bem antigo, não é resultado dessa pandemia, nós os únicos seres pensantes do universo só aprendemos com a dor, espero realmente que a lição seja aprendida e que passemos na prova.

  9. Desaprender, reaprender, o maior desafio tem sido esse em vários aspectos de nossas vidas, seja profissional ou seja pessoal. Novas atitudes requer quebra de paradigmas e uma nova consciência, que só será alcançada quando a necessidade de mudança for o agente principal para alcançar objetivos.

  10. Texto muito profundo onde nos remete a uma profunda auto análise de como cada atitude nossa interfere diretamente o nosso redor e ao mundo.
    Talvez, essa Pandemia deixe um legado de reinvenção de nossas atitudes e percepções que nos tornem mais empáticos e coletivos.
    Parabéns pela arbodagem e profundidade do texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *